top of page
  • Foto do escritorKipiai

05 perguntas e respostas rápidas para você se preparar para a Black Friday 2023

Atualizado: 8 de nov. de 2023



Os últimos anos foram marcados por grande instabilidade mundial com a pandemia, crise econômica, eleições e guerras. A Black Friday não escapou deste contexto e também foi afetada, perdendo sua força na economia. Contudo, a expectativa para 2023 é que haja uma retomada significativa do crescimento do evento no Brasil devido a perspectivas financeiras pessoais e macroeconômicas mais positivas.


Listamos cinco perguntas frequentes sobre o tema, trazendo o olhar dos nossos especialistas Kipiai e também as projeções feitas pelo Google para a data. Confira:


1. Quais motivos para ter boas expectativas com a Black Friday 2023?


O Google apresentou três bons motivos para se animar com a Black Friday. São eles:


  1. Cenário mais estável e perspectiva financeira otimista

  2. Bolso menos apertado e recuperação das buscas do varejo

  3. Demanda mais aquecida, porém, necessitando do estímulo do varejo


Segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, a confiança dos consumidores brasileiros atingiu o maior nível desde 2019. O mesmo pode ser visto em um estudo feito pelo Google onde 51% dos entrevistados acreditavam que até o final deste ano a economia do país irá melhorar e 68% afirmaram que sua própria situação financeira também será mais positiva nesse período.


As buscas do varejo e o interesse dos consumidores pela Black Friday saltaram de 5% no ano passado para 24% em 2023. O papel dos varejistas é fundamental para o crescimento dessa intenção, pois antecipar cada vez mais a busca online dos clientes, aquece o comércio e faz com que haja um estímulo legítimo e crescente de clicks e buscas nas campanhas digitais.


2. Quem pretende comprar na Black Friday 2023?


Entender o comportamento do consumidor e ficar atento ao seu momento de vida são posturas essenciais para elaborar estratégias mais assertivas na sua Black Friday. Para o Google, a classe B (79%) é o grupo social com maior intenção de compra este ano, sendo potenciais consumidores duas em cada três pessoas.


3. Qual o perfil do consumidores na Black Friday 2023


Os perfis dos usuários têm se tornado mais complexos e cada um possui sua própria jornada de consumo - especialmente na Black Friday. Para o Google, são eles:


  • Cautelosos: Desconfiam das ofertas e vão para lojas físicas

  • Criteriosos: Esperam para conferir as ofertas apenas na data

  • Preparados: Definem o que irão comprar com antecedência

  • Entusiastas: Passam a fazer mais pesquisas com a aproximação da Black Friday


Entender bem o comportamento do seu cliente é essencial para desenvolver uma estratégia realmente contextualizada e atrativa. Alguns dados reforçam essa importância:


  • Na internet, só 6% do tempo as pessoas passam buscando algo ativamente, nos outros 94% estão no modo “descoberta”.

  • Geração de jovens shoppers confiam nos seus pares para afirmar suas escolhas e buscam ofertas imediatas ao invés de se beneficiar de um relacionamento "estável" com as empresas.

  • 74% estão abertos a comprar de varejistas dos quais nunca compraram antes.


4. Em 2023, quais os itens mais procurados na Black Friday?


Roupas e acessórios lideram as intenções do público, seguidos pelas categorias de beleza e perfumaria, calçados, eletrodomésticos e celulares. Os itens com menores intenções são: artigos esportivos, fraldas e itens de bebê e artigos para animais de estimação. Contudo, vale destacar que mesmo nessas categorias, a intenção de compra cresceu em relação ao ano passado. Ou seja, se você faz parte destes segmentos, não hesite em investir na Black Friday e garantir aumento em seu faturamento.


5. Quanto os consumidores estão dispostos a gastar na Black Friday deste ano?


A média dos gastos será de R$ 200, mantendo a expectativa de 2022. Entretanto, 1 em cada 4 consumidores estão dispostos a gastar mais de R$ 1000 em compras nesta data.


Um ponto importante a ser levado em consideração é o aumento de consumo via PIX (58%), sendo o segundo meio de pagamento mais frequente, perdendo apenas para as compras parceladas no cartão (59%).



E você, quais outras dúvidas tem sobre a Black Friday? Agende uma conversa e conte com nosso time de especialistas para elaborar e executar sua estratégia de grandes resultados!


21 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page