top of page
  • Foto do escritorKipiai

Data Warehouse Marketing: defina suas estratégias com mais dados e menos suposições

Atualizado: 17 de mai.


Como definir suas estratégias com mais dados no Data Warehouse Marketing

Estima-se que, até 2020, o mundo tenha produzido cerca de 64,2 zettabytes (ZB) de dados. O crescimento exponencial se dá, em grande parte, pelo aprimoramento dos canais de transmissão de internet e pelo aumento no seu consumo nas mais variadas formas, principalmente, os dispositivos móveis. Para o Marketing Digital, tais dados são fundamentais na elaboração de estratégias assertivas que se baseiam no comportamento dos consumidores e suas preferências. Por isso, o uso de um data warehouse é um forte diferencial competitivo para quem deseja estar um passo à frente da concorrência.


Mas, afinal, o que é um data warehouse (DW)?


É um sistema de armazenamento de dados projetado para suportar o processo de tomada de decisões em uma organização. Ele é um repositório centralizado que coleta, armazena e organiza grandes volumes de dados de diferentes fontes dentro de uma empresa. O objetivo principal de um data warehouse é fornecer um ambiente otimizado para análise e relatórios, permitindo que os usuários realizem consultas complexas e obtenham insights estratégicos.


Em um passado recente, para armazenar dados era necessário o investimento em servidores físicos. Além de custoso, esse formato exigia profissionais específicos para a montagem e a manutenção dos equipamentos, o que tornava seu uso pouco dinâmico e prático. Outra alternativa de armazenagem de dados é o uso de planilhas - comum até os dias atuais. No entanto, elas exigem um alto nível de organização e são pouco escaláveis para um grande volume de dados. Dessa forma, o uso de um data warehouse torna-se estratégico para ter uma visão geral e objetiva sobre um grande volume de dados. A seguir listamos alguns de seus benefícios técnicos:


  1. Integração de dados: um data warehouse integra dados de várias fontes diferentes, como bancos de dados operacionais, sistemas de CRM (Customer Relationship Management), sistemas de ERP (Enterprise Resource Planning) e outros.

  2. Desempenho otimizado para consultas analíticas: fornece desempenho rápido e eficiente em consultas analíticas complexas. Isso é alcançado por meio de índices, agregações e outras técnicas de otimização.

  3. Segurança e controle de acesso: os data warehouses implementam medidas de segurança rigorosas para garantir que apenas usuários autorizados tenham acesso aos dados sensíveis da organização.



Na prática, quais as diferenças de contar com um data warehouse na gestão de um negócio?


São muitas. Ter sua marca assistida por um DW é poder contar com uma dimensão ampla, profunda e detalhada sobre os dados produzidos por você e por seus clientes. Com ele é possível também armazenar todo o histórico, o que, na prática, faz toda a diferença para uma análise mais criteriosa de suas estratégias. Ou seja, com o auxílio de um data warehouse conseguimos prever campanhas, checar quais estão com as melhores performances e gerar relatórios mais detalhados com insights que direcionam suas estratégias com maior clareza e assertividade. Veja algumas aplicações estratégicas do DW na gestão de uma marca:


  1. Análise de tendências e padrões: ao armazenar dados históricos, o data warehouse permite a análise de tendências ao longo do tempo. Isso é crucial para identificar padrões, entender o desempenho passado e antecipar possíveis cenários futuros.

  2. Relatórios mais estratégicos: os dados no DW são modelados e organizados para facilitar a criação de relatórios estratégicos. Os usuários podem gerar relatórios personalizados que oferecem insights específicos relacionados a metas estratégicas e objetivos da empresa.

  3. Apoio a decisões baseadas em dados: tomadas de decisão estratégicas podem ser melhor fundamentadas quando baseadas em dados sólidos. O data warehouse fornece informações detalhadas que ajudam os líderes a entender o ambiente de negócios, identificar oportunidades e avaliar riscos.

  4. Segmentação de mercado e clientes: a capacidade de segmentar clientes com base em dados demográficos, comportamentais e outras variáveis ajuda as empresas a personalizar suas estratégias de marketing e atender melhor às necessidades de diferentes segmentos de mercado.

  5. Avaliação de desempenho de produtos e serviços: os dados no DW permitem uma análise aprofundada do desempenho de produtos ou serviços. Os líderes podem identificar quais produtos estão gerando mais receita, entender as preferências dos clientes e ajustar sua oferta de acordo.

  6. Antecipação de mudanças no mercado: a análise de dados históricos e em tempo real no data warehouse permite às empresas antecipar mudanças no mercado. Isso é vital para se adaptar rapidamente a novas condições e manter a competitividade.

  7. Compreensão do comportamento do cliente: O DW ajuda a entender o comportamento do cliente ao longo do ciclo de vida, desde a aquisição até a retenção. Isso permite estratégias mais eficazes de engajamento e satisfação do cliente.

  8. Avaliação de ROI de Iniciativas: os dados fornecidos pelo data warehouse são fundamentais para avaliar o retorno sobre o investimento (ROI) de várias iniciativas. Isso permite que as empresas direcionem recursos para as estratégias mais eficazes.


Através da nossa parceria com a Supermetrics, aqui na Kipiai você conta com todo o poder estratégico que um data warehouse pode trazer para o seu negócio. Marque uma conversa com a gente e vamos potencializar os seus resultados!


Quer conhecer mais sobre o DW e suas aplicações aqui na Kipiai? Confira nossa participação no primeiro webinar da Supermetrics para a América Latina!



 

Quer saber como podemos mudar a trajetória do seu negócio?


63 visualizações0 comentário

Комментарии


bottom of page